Como desenvolver uma Equipe de Alta Performance (EAP)?

Um dos principais desafios das organizações é desenvolver práticas de gestão e liderança que permitam a construção de um um ambiente organizacional agradável a fim de fortalecer as equipes de trabalho a atuarem de maneira dinâmica, autônoma e motivadas.

Mas isso não é tarefa tão simples assim. O primeiro paradigma a ser quebrado, infelizmente, ainda está na construção das equipes de trabalho. Muitas organizações possuem equipes formadas, mas que no dia-a-dia acabam trabalhando de maneira desarticuladas e fragmentadas, o que não permite, por exemplo, o compartilhamento das práticas e experiências vivenciadas.

A construção dessas equipes parece muito mais complexa do que imaginamos. Estamos falando de pessoas com diferentes competências e experiências que precisam estar totalmente sincronizadas em busca de um mesmo objetivo compartilhado. E podemos aqui afirmar que é muito mais interessante quando estamos trabalhando de fato em equipe.

E o que é uma EAP? Como fazer com que nossas equipes de trabalho atinjam este nível?

Equipe de Alta Performance nada mais é do que um grupo de pessoas devidamente capacitados e integrados com objetivos compartilhados, tendo total autonomia nas decisões tomadas e responsáveis pelos resultados alcançados.


Portanto o primeiro passo para a construção de EAPs nas organizações é focar na capacitação dos profissionais para que todos os membros da equipe possuam competências suficientes e comprometimento com as decisões e resultados. Além disso, um trabalho de integração, alinhamento e engajamento dos membros da equipe com os valores institucionais devem ser realizados de maneira contínua. E por fim, compartilhar sempre o aprendizado!

Algumas características consideradas essenciais para a construção de uma EAP:

⏩ O papel da liderança deve ser compartilhado;
⏩ A responsabilidade deve ser individual e mútua;
⏩ Deve existir um alto grau de interdependência entre os integrantes;
⏩ Construir um propósito comum de alta performance;
⏩ Os produtos são oriundos de trabalho coletivo;
⏩ As reuniões devem ser eficientes com decisões em equipe;
⏩ O desempenho deve ser medido de forma direta; e
⏩ Discussão, decisão e execução do trabalho em equipe.

E quais os benefícios com a implementação dessas equipes? Os benefícios são inúmeros tanto para as organizações quanto para os colaboradores. As organizações ganham com profissionais mais capacitados e comprometidos com os resultados coletivos, melhora na produtividade e redução de custos, maior envolvimento nas decisões relacionados a metas e resultados. Já os profissionais desenvolvem maior empregabilidade, motivação para trabalhar, desenvolvem novas competências, principalmente às relacionadas ao trabalho em equipe, delegação, relações interpessoais, entre outras.

Vocês possuem algum exemplo de EAP que possa ser compartilhado aqui? Vamos lá compartilhar essas boas práticas.

Comentários

Postagens mais visitadas