Páginas

quarta-feira, 28 de julho de 2010

2º Seminário de Pesquisa em EAD: experiências e reflexões sobre as relações entre o ensino presencial e a distância

Compartilhando informação...

Nos dias 4 e 5 de outubro de 2010 será realizado o 2º Seminário de Pesquisa em EAD: experiências e reflexões sobre as relações entre o ensino presencial e a distância - 2º SePEAD, no Centro Sócio-Econômico da UFSC.

Maiores informações sobre o SePEAD clique aqui!

Aproveite esta oportunidade!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Novas tecnologias na EaD

A cada dia, surgem novas ferramentas na internet que podem ser utilizadas no processo de ensino-aprendizagem nos cursos a distância e também presencial. Veja a seguir alguns comentários sobre a utilização do twitter neste contexto:

Qual o valor educacional do Twitter?

O ecossistema de tecnologias e recursos em que a maioria dos cursos EAD está envolvido sofre transformações e ajustes constantemente. Sendo que algumas novas tecnologias que parecem revolucionar a maneira com que as pessoas se relacionam na web, sempre resultam em desafios para professores e designers instrucionais na adaptação de aulas e metodologias, para adaptar os cursos aos novos sistemas. Um dos mais recentes ambientes em que os alunos estão inseridos, muito devido a uma exposição excessiva da mídia é o Twitter. O sistema de microblogs está fazendo muito sucesso hoje, sendo mais um canal de comunicação e relacionamentos entre pessoas.

Conteúdo completo disponível em: http://www.colaborativo.org/blog/2009/09/15/qual-o-valor-educacional-do-twitter/

Moodle se inspirando no Twitter para novo formato de cursos EAD

O formado com que os conteúdos são apresentados no Twitter inspirou um usuário do Moodle a desenvolver um novo formato de cursos chamado Timeline. Para quem não conhece o Moodle, essa é uma das ferramentas LMS mais usadas no mundo, pela sua natureza aberta e também pelas vantagens pedagógicas no uso do construtivismo social. A parte acadêmica e de gerenciamento dos alunos, pois os relatórios podem ser personalizados da maneira como a instituição de ensino achar melhor.

Conteúdo completo disponível em: http://www.colaborativo.org/blog/2009/10/02/moodle-se-inspirando-no-twitter-para-novo-formato-de-cursos-ead/

Boa leitura e não deixem de comentar!

Jogos na educação a distância

A educação a distância vem crescendo num ritmo cada vez mais acelerado, impulsionada principalmente pelos avanços das tecnologias de informação e comunicação que possibilitam a criação e desenvolvimento de estratégias pedagógicas inovadoras, tornando o processo de ensino-aprendizagem mais dinâmico e interativo. Essa mudança de estratégia vai ao encontro das necessidades do público alvo da EaD, que valoriza a interatividade presente nos cursos a distância. Assim, a aplicação de jogos em cursos a distância se apresenta como uma alternativa viável para incrementar o processo de ensino-aprendizagem a distância, proporcionando ao aluno maior interatividade, colaboração e auto-aprendizado.

Para o Latec (2010), a inserção de jogos educativos interativos na modalidade a distância surge como uma alternativa capaz de trazer um ganho significativo de qualidade ao processo de ensino-aprendizagem. Além disso, oferecem a oportunidade de ampliar o potencial do uso de ilustrações, animações e interatividade, bem como resgatar o aspecto lúdico e prazeroso da aprendizagem.

Os jogos educativos só terão significados para a EaD, quando utilizados como exercício cognitivo, desenvolvendo nos alunos percepções, inteligências, experimentações, vivências e instintos sociais. A partir da inserção de atividades lúdicas, o aluno assimila e interpreta a realidade com maior facilidade, fazendo um paralelo com a prática cotidiana (KOSLOSKY, 2000 apud NEGRA, 2008).

Segundo Negra (2008), a linguagem lúdica pode ser utilizada para crianças, adolescentes e adultos, pois possibilita o desenvolvimento de características humanas, tais como afetiva, motora, cognitiva, social e moral, tornando agradável a aprendizagem. A aplicação dessa linguagem pode ser evidenciada nos cursos a distância por meio de cenários e personagens, permitindo ao aluno um maior envolvimento com o contexto apresentado.

O jogo educativo aplicado na EaD, além de divertir e dinamizar o processo de ensino-aprendizagem, possibilita a contextualização do conhecimento, criando um ambiente de colaboração positiva e motivadora, que favoreça descobertas coletivas, e propicia uma relação dinâmica e interativa com o processo de aprendizagem (LATEC, 2010). Contudo, é importante destacar que a aplicação de jogos em cursos a distância não substitui outros métodos de ensino, nem mesmo a presença do professor como mediador da aprendizagem. Os jogos devem ser considerados como uma poderosa ferramenta de interação e motivação aos aprendizes.

Referências

NEGRA, Carlos Alberto Serra. Teoria dos jogos aplicados a educação a distância. Extra Classe, Belo Horizonte, v .1, n.1, p. 128-147, fev. 2008.

LATEC. Jogos. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2010.